Por que uma Pomba?

Por que o Espírito Se manifestou na forma de uma pomba no batismo de Jesus?

Parece não haver uma explicação aceita de modo geral para o uso da pomba como representando o Espírito Santo. Estamos lidando com uma questão de interpretação de um símbolo que não é comum na Bíblia.

No antigo Oriente Próximo, pombas algumas vezes representavam deusas pagãs. No Egito a “alma” da pessoa morta assumia a forma de um pássaro, costumeiramente uma pomba, quando ela partia para os céus. Este simbolismo é totalmente estranho ao Velho Testamento; pombas jamais eram um símbolo de Deus.

Entretanto, um exame dos usos simbólicos da pomba no Velho Testamento poderia ser de ajuda no entendimento de sua função simbólica no batismo de Jesus (Mt 3:16).

1. Símbolo de Lamentação: O arrulhar baixo e suave da pomba dava a impressão aos ouvintes que ela estava lamentando ou chorando, e ele se tornou um símbolo para essa experiência humana. Durante a doença de Ezequias ele disse: “Gemi como uma pomba chorosa” (Is 38:14).* Aqueles que sobreviveram ao ataque da Babilônia gemerão “como pombas nos vales” (Ez 7:16). O profeta escreve: “Todos nós urramos como ursos; gememos como pombas” (Is 59:11).

2. Símbolo de Vacilação: A pomba voa para cá e para lá, dando a impressão que está desorientada ou vacilante com respeito ao seu destino. Esta característica do pássaro se tornou um símbolo adequado para a indecisão de Israel, sua falta de comprometimento com o Senhor: “Efraim é como uma pomba, facilmente enganada e sem entendimento; ora apela para o Egito, ora volta-se para a Assíria” (Os 7:11).

3. Símbolo de Amor: A beleza da pomba e sua fidelidade tradicional ao seu companheiro eram entendidas pelos antigos como sendo um símbolo do amor e beleza humanos. Este é particularmente o caso no livro Cântico dos Cânticos: “Minha pomba que está nas fendas da rocha, nos esconderijos, nas encostas dos montes, mostra-me seu rosto, deixe-me ouvir sua voz” (2:14); “Abra-me a porta, minha irmã, minha querida, minha pomba” (5:2; cf. 1:15; 4:1). Cristo ordenou que os discípulos expressassem em suas vidas o amor e a gentileza da pomba (Mt 10:16).

4. Símbolo de Livramento: O vôo rápido da pomba se tornou um símbolo de livramento do inimigo ou de circunstâncias ameaçadoras. O salmista escreve: “Quem dera eu tivesse asas como a pomba; voaria até encontrar repouso” (55:6). Os Israelitas retornando do Exílio eram descritos como aqueles “que voam como nuvens, que voam como pombas para os seus ninhos” (Is 60:8; cf. Os 11:11). Provavelmente o símbolo mais importante de livramento foi a pomba enviada por Noé da arca que voltou com um ramo de oliveira em seu bico (Gn 8:10-12). Ela era um sinal de paz; a tempestade terminou.

Qual desses significados é expresso pelo uso simbólico da pomba no batismo de Jesus? Podemos facilmente eliminar os dois primeiros por que eles expressam o lado negativo do símbolo. Também é claro que de acordo com Mateus 3:16 a pomba é uma expressão visível da presença de unção do Espírito.

Mas por que a pomba? As palavras faladas por Deus naquele momento nos ajudam a entender o simbolismo. Ele disse: “Este é o meu Filho amado” (v. 17). O símbolo de amor, a pomba, e a palavra de amor se fundiram na experiência do batismo de Jesus. O amor de Deus estava fluindo para Seu Filho como um membro da raça humana. Em Cristo foi encontrado um canal através do qual o amor de Deus poderia nos alcançar; Ele foi ungido para atuar como o único meio através do qual a graça de Deus nos é disponibilizada.

Alguém também poderia argumentar que a pomba é, neste caso particular, um símbolo de livramento. A pomba como um símbolo do amor de Deus apareceu, dizendo-nos que, como com o Dilúvio, a tempestade do pecado não é poderosa o suficiente para nos manter permanentemente separados do Pai. Nosso planeta agora está conectado com o céu através de Cristo. Aceitando Seu Filho, Deus quer nos dizer que também somos aceitos no amado através da fé na provisão que Ele fez em nosso favor.
 
*Referências de textos bíblicos são da Nova Versão Internacional.

Data: 
12/9/99
Translation: 
Translated by a volunteer