Cirurgia Cosmética

Abas primárias

Na igreja que frequento, alguns membros estão discutindo a questão da cirurgia cosmética. Existe alguma orientação bíblica sobre este assunto?

Este assunto é complexo e difícil de tratar por duas razões. Primeira, não existe orientação bíblica explícita que possa levar a uma decisão; e, segunda, o assunto é carregado de elementos sociais, médicos, emocionais, e psicológicos que tornam difícil avaliar a decisão objetivamente. Qualquer pessoa que estiver considerando fazer uma cirurgia cosmética deveria obter orientação médica adequada e em alguns casos até mesmo consultar um(a) psicólogo(a). Minhas observações provêm um ponto de partida para reflexão adicional.

1. O Efeito do Pecado em Nossos Corpos: O pecado impacta não apenas nossa vida espiritual e moral mas também nossos corpos. Nossa mensagem de saúde é uma tentativa para limitar as invasões do pecado em nosso físico bem como em nossos poderes mentais e espirituais. Portanto, lutar contra os efeitos negativos do pecado em nossos corpos não é necessariamente errado.

Existem anomalias corporais que dos pontos de vista médico e estético podem requerer correção (e.g., cicatrizes, queimaduras, lábios leporinos etc.). Em muitos casos essas condições poderiam ter um impacto negativo em nossa auto-imagem e sobre como nos relacionamos com os outros. Uma medida de bem-estar psicológico poderia ser alcançada através da correção cosmética daquilo que é percebido ou reconhecido como anormal.  

2. Vencendo o Preconceito Social: Em alguns casos o sucesso das pessoas é limitado ou estorvado pela simples razão de elas não se adequarem bem num entendimento social em particular daquilo que é considerado “normal.” Elas possuem um aspecto físico que é definido como “anormal” quando comparado às características mais comuns de um mesmo aspecto em outras pessoas. Tentar melhorar a aparência física a fim de realçar a influência de alguém não pode necessariamente ser errado.

3. Mudanças de Embelezamento Cosmético: Nos casos nos quais o corpo não se desvia de maneira significativa da norma geral, ou quando as mudanças ocorrem por causa do processo normal do avanço da idade, a cirurgia cosmética se torna embelezamento cosmético, comum nas sociedades muito ricas. Aqui, questões éticas se tornam relevantes e difíceis de tratar: O que está motivando o desejo da cirurgia cosmética? É a motivação compatível com seus valores Cristãos? É a intenção atrair a atenção ou melhorar o apelo sexual? É a condição física particular percebida pela pessoa tão anormal que ela está tendo um impacto negativo na qualidade de vida? O impacto financeiro da cirurgia cosmética deveria também ser levado em consideração.

4. Beleza Natural e Embelezamento Cosmético: O interesse moderno na beleza física é baseado sobre um conceito de beleza que é significativamente diferente do conceito bíblico. Ele é baseado primariamente em comparações, proporções, e simetria matemáticas. Ele é uma visão superficial determinada pela superfície de um objeto, sua aparência exterior, coloração e simetria. Aquilo que não está de acordo com a proporção física é considerado anormal.

Mas quem decide o que é normal? No mundo ocidental provavelmente deveria ser a moda, o entretenimento, ou as indústrias de comunicação.

A Bíblia não ignora a atratividade do corpo físico; entretanto, ela coloca a ênfase na dimensão dinâmica da beleza e na simplicidade e modéstia (1 Pe 3:4). A “beleza” é alguma coisa que funciona ou se comporta da maneira que Deus planejou que ela funcionasse ou se comportasse (cf. Gn 1:31). Portanto, a ênfase é colocada sobre a natureza do objeto e sobre a expressão dessa natureza no comportamento e aparência física.

A busca por beleza é uma busca por nossa verdadeira identidade a fim de vive-la. Uma vez que compreendemos que somos filhos de Deus através de Jesus, todas as coisas mudam, incluindo a maneira em que pensamos, nos comportamos, e nos percebemos. O interesse em nossa aparência física permanece, porém não é mais nossa preocupação primária.

Os membros da Igreja deveriam compreender que na área da aparência temos necessidades e preocupações diferentes. Aquilo que alguém pode considerar desnecessário poderia ser extremamente importante para outra pessoa (olhe para mim; eu gostaria de ter mais cabelo). Em análise final, embelezamento cosmético é uma questão pessoal para ser decidida pelo indivíduo em conversa com Deus, que nos entende melhor do que qualquer outra pessoa.

 


Date: 
1/09/03
Translation: 
Translated by a volunteer