O SÁBADO EM ISRAEL

DURANTE O DIA SAGRADO, TODOS OS ISRAELITAS IAM AO TEMPLO PARA ADORAR AO SENHOR?

 Aresposta curta a essa pergunta é “não”. Talvez a questão possa ser reformulada da seguinte maneira: Qual era a prática de adoração dos israelitas durante o sábado? O fato de ser difícil responder a essa pergunta levou alguns a concluir que o sábado fosse apenas um dia de descanso para os israelitas. A seguir, porém, faço algumas considerações.

 

1.  Santa convocação. 

O sábado é chamado de o dia de “descanso e de reunião sagrada”, sugerindo que o povo se congregava para adorar a Deus semanalmente (Lv 23:3, NVI). O termo não tem a ideia de “proclamação santa” para um festival religioso, como sugerem alguns, pois o sábado era semanal. O que o texto sugere é que o povo se reunia para o culto onde os israelitas moravam (v. 3). Ou seja, isso ocorria nos lares ou nos assentamentos.

 

2.  Culto comunitário. 

Podemos supor que as pessoas que viviam em Jerusalém, e talvez nas cidades adjacentes, iam ao templo para adorar e ser instruídas pelos sacerdotes. O culto comunitário geral acontecia principalmente durante os festivais, principalmente nas três festas anuais de peregrinação (Dt 16:16). Esses

eram momentos de alegria diante do Senhor, quando apenas os homens se dirigiam ao pátio do templo para adorar. Se a festa incluísse o sábado semanal, então esse seria um dia comunitário de descanso e adoração.

 

3.  O culto familiar. 

É provável que, durante o sábado, a família estendida dos israelitas se reunisse para orar e receber instrução do chefe da casa.  Essa era uma das responsabilidades de Abraão (Gn 18:19). O Senhor instruiu que os israelitas ensinassem seus filhos sobre a vontade de Deus para com o povo e isso deveria ser

feito com a maior frequência possível (Dt 4:9; 6:7; 11:19). Pelo fato de o sábado ser um dia de descanso para toda a família, era uma ocasião muito oportuna para ensinar as crianças a respeito da aliança de Deus com Seu povo.

 

4.  Cidades de refúgio. 

Deus escolheu a tribo de Levi para ser a responsável pelos serviços do santuário e para viver do dízimo do povo. Em contrapartida, os levitas não possuíam nenhuma terra, com exceção das 48 cidades de refúgio espalhadas estrategicamente pelo território israelense. Os sacerdotes e levitas moravam nelas. A função religiosa dessas cidades não está clara na Bíblia.  Talvez tenham funcionado como centros de ensino nos quais sacerdotes e levitas ofereciam instrução sobre as leis de Deus (Lv 10:11; Dt 33:10). Isso era extremamente importante, porque, diante de Deus, todo israelita era responsável pela observação da lei. Portanto, minha compreensão é que, aos sábados, os israelitas iam para essas cidades, a fim de adorar a Deus e ser ensinados pelos levitas. 

Data: 
4/20
Translation: