Um Ato de Adoração

Estou explorando várias questões relacionadas com adoração. Quais são seus pontos de vista sobre o entendimento bíblico de se ajoelhar para orar? Por que isto é importante?

Este é um assunto que se tornará cada vez mais relevante ao nos aproximarmos do retorno de nosso Senhor (Ap 14:6, 7). A estratégia da religião afim de aumentar a frequência na igreja, bem como a invasão da psicologia e da sociologia para a esfera dos cultos da igreja, está vagarosamente deslocando Deus do centro da adoração, tornando-a mais centralizada no humano. O emocionalismo está tomando posse em uma tentativa de tranquilizar a insatisfação com a condição geralmente fraca de nossas vidas espirituais. Os seres humanos preferem ouvir os profetas de paz em vez de ouvir a Palavra do Senhor. Porém eu discordo.

Ajoelhar-se é uma maravilhosa postura para os crentes.

Uma das palavras mais comuns no Velho Testamento para dobrar os joelhos é karac, que significa “dobrar o joelho de alguém, curvar-se, ajoelhar-se.” Em contextos não religiosos ela é associada com a posição de uma mulher durante o parto (1Sm 4:19) e com a atividade sexual (Jó 31:10). Entre os usos mais especializados estão os seguintes:

1. Uma Expressão de Reconhecimento da Honra e Submissão: temendo por sua vida, um dos capitães enviados pelo Rei Acazias para prender Elias “subiu e caiu sobre seus joelhos” diante do profeta, dizendo: “Homem de Deus,... por favor tenha respeito por minha vida e pela vida destes cinquenta homens” (2Rs 1:13).* Ele estava demonstrando respeito e submissão ao profeta. Quando Xerxes promoveu Hamã, os oficiais que trabalhavam sob suas ordens deviam demonstrar respeito e submissão curvando-se/ajoelhando-se diante de ele (Et 3:2).

2. Um Símbolo de Derrota: Quando indivíduos eram feridos mortalmente eles se curvavam sobre os joelhos, caindo e morrendo (Jz 5:27; 2Rs 9:24). O salmista louva o Senhor porque seus adversários “se curvam aos meus pés” (Sl 18:39). A oração do justo é que Deus possa fazer com que o adversário se dobre/se ajoelhe derrotado pelo Senhor (Sl 17:13). A ideia de derrota é claramente expressa em Salmos 20:7, 8: “Alguns confiam em carruagens e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor nosso Deus. Eles são trazidos em seus joelhos e caem, mas nós nos levantamos e permanecemos firmes.”

3. Uma Expressão de Adoração: A oração a Deus é mais frequentemente feita em pé, porém existem casos nos quais as pessoas se ajoelhavam para orar e adorar o Senhor (2Cr 7:3; 29:29; Ed 9:5; Ef 3:14). Ajoelhar-se diante do Senhor é um ato voluntário de honra, submissão e adoração. O salmista nos convida para nos “curvarmos em adoração,” para nos “ajoelharmos diante do Senhor nosso Criador” (Sl 95:6). A razão para ajoelhar-se diante de Ele é que Ele é o Criador. O Senhor apontou para um glorioso futuro quando todo joelho se dobrará, reconhecendo que a salvação vem somente de Ele (Is 45:22, 23; cf. Fp 2:10). Entretanto, o Senhor fará com que os pecadores rebeldes se dobrem para morrer (Is 65:12).

No contexto de adoração ajoelhar-se é a expressão “ritual” de uma profunda convicção pessoal que controla a vida diária do adorador. Aqueles que caem sobre seus joelhos vão ao chão, ao pó (cf. Sl 72:9). Fomos tirados do pó, e é nosso destino retornar a ele (Gn 3:19). Nosso retorno ao pó costumeiramente não é um ato voluntário; de fato é alguma coisa que a natureza humana tende a resistir.

Mas na adoração alguma coisa maravilhosa acontece. Ajoelhando-se, na verdade, estamos devolvendo voluntariamente nossas vidas ao Senhor, reconhecendo que Ele é a própria fonte e razão de nosso ser, o Criador (cf. At 7:59, 60). Esta ação exterior de auto entrega é a manifestação do comprometimento da totalidade da entrega interior de nossas vidas ao Senhor. Estamos dizendo: “Tu és meu Criador e Redentor; e em gratidão de amor eu voluntariamente entrego toda a minha vida a Ti. Tu não tens que esperar até que eu morra para recebe-la de volta. Hoje estou Entregando-a a Ti.” É através da auto renúncia que nossa vida é preservada e enriquecida para o serviço (cf. Lc 5:9-11).

A próxima vez em que você se ajoelhar em adoração, na verdade estará fazendo a declaração não verbal: “Senhor, aqui está minha vida; ela é Tua. Tome-a e usa-me como Te agradar.”

Nós nos ajoelharemos?
 
*Citações da Escritura neste artigo são da New International Version.

Data: 
1/13/00
Translation: 
Translated by a volunteer